“Vão-se os anéis. Ficam os dedos”- Intensa negociação do Sindical trouxe vitórias e derrotas

Compartilhe!

A diretoria do Sindical esteve presente mais uma vez, na tarde de ontem, no plenário da CLDF para pressionar os deputados e a direção da Casa no sentido da não aprovação do PR nº 68/2021. O projeto, que faz alterações na estrutura administrativa da CLDF, não havia sido discutido com o Sindical até ir à votação.
Não foi possível retirar o PR 68 da pauta e postergar sua discussão, mas o texto inicial foi aprovado com modificações que amenizaram os impactos do projeto. A principal alteração foi forma de ocupação das atividades de chefia, planejamento e execução de auditoria interna que permanecem privativas de servidor concursado que possua ensino superior e não de servidor ocupante de cargo de nível de escolaridade superior, como previsto no texto.
Reestruturação Administrativa – Rafael Prudente, afirmou em plenário, que o PR 68 é o início de uma série de modificações, na estrutura administrativa da Casa, que devem acontecer este ano. O presidente assumiu compromisso, em particular com a direção do Sindical e, posteriormente, publicamente em plenário, de que todas modificações serão discutidas previamente com a entidade e que no segundo semestre deste ano o foco seria a reestruturação administrativa da CLDF.
Reposição de Perdas – Durante a sessão, Rafael Prudente, anunciou inclusão de emenda, proposta pelo Sindical, à LDO, para consignar a possibilidade de reposição de perdas salariais dos servidores, conforme negociação e compromisso assumido na última reunião com a diretoria do Sindical e publicado no Boletim do Sindica nº 18/2021.
Próximos passos – Acreditamos que uma reforma administrativa com maior profundidade ocorrerá ainda este ano. O Sindical vai acompanhar e apresentar propostas de acordo com o que for deliberado pela assembleia. Portanto, a participação de todos os filiados é fundamental.
Atenção, na próxima semana convocaremos nova assembleia geral dos servidores para encaminhar os próximos passos da atuação da diretoria sobre a reestruturação administrativa.