Nota de solidariedade aos colegas do Sindsep-DF

O Sindical – Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo e do Tribunal de Contas do Distrito Federal presta sua solidariedade aos colegas do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no DF (Sindsep-DF) e repudia a prisão, no dia 20 de junho, do secretário-geral da entidade, Oton Pereira Neves.

O Sindicalista falava ao microfone, durante uma assembleia em frente ao Ministério do Meio Ambiente (MMA), quando recebeu voz de prisão por parte de policiais militares. De acordo com testemunhas, o agente policial teria alegado que era proibido o uso de som na frente de prédios públicos.

O companheiro Oton foi preso durante uma assembleia, enquanto exercia suas funções de dirigente sindical. Para o Sindical, o fato é uma amostra do excesso de autoridade e truculência aos quais estão expostos os representantes dos trabalhadores e suas entidades sindicais. Estamos sendo impedidos de nos manifestar, mesmo que de forma legítima, contra a perdas de nossos direitos, hoje ameaçados pelas séries de reformas prestes a serem aprovadas pelo Governo Federal.

A isso se soma a perseguição política sobre dirigentes sindicais, entre os quais o companheiro Dimitri, também do Sindsep-DF, atualmente sendo processado (PAD) em razão de sua atuação política na defesa dos servidores públicos.

Isso tem que acabar. A Constituição assegura plenamente a atividade sindical, não cabendo a autoridades administrativas ou agentes policiais, seja no plano federal ou distrital, interferir nesse ou em qualquer outro direito dos trabalhadores.