Câmara Legislativa do DF tem 19 pessoas contaminadas pela covid-19

Compartilhe!

Correio Braziliense – Com 19 pessoas, entre parlamentares e servidores, diagnosticadas com covid-19 nas últimas duas semanas, a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) reforçou os avisos de protocolos sanitários na Casa. As atividades presenciais foram retomadas na semana passada, após 1 ano e 4 meses do início do home office.

Podem permanecer no trabalho à distância apenas gestantes, pessoas com doenças crônicas — que reduzem a imunidade — e grupos que não puderam se vacinar contra o coronavírus por hipersensibilidade ao princípio ativo, ou excipientes dos imunizantes.

O regimento interno da CLDF ressaltou algumas regras para evitar a propagação do vírus, como o uso obrigatório e correto da máscara de proteção facial em todas as dependências da Casa e um distanciamento mínimo entre as pessoas, incluindo nos elevadores.

A mesa diretora da Câmara Legislativa do DF autorizou a realização de eventos coletivos nas dependências do parlamento, em especial as salas de reuniões das comissões e auditórios. Para a tomada de decisão, foram levados em consideração as flexibilizações promovidas pelo Governo do DF, a ampliação da vacinação e a necessidade de retomar o atendimento presencial.

Parlamentares infectados

O deputado distrital Guarda Jânio (Pros) está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital DF Star com 60% da capacidade pulmonar comprometida. Ele era suplente e assumiu o cargo na câmara em junho, depois que o deputado Fernando Fernandes (Pros) deixou o posto para comandar a Administração Regional de Ceilândia.

Em março deste ano, o deputado Martins Machado (Republicanos) anunciou que foi reinfectado pela covid-19. O parlamentar disse que teve sintomas da doença e passou por um exame que testou positivo, pela segunda vez.

O distrital Hermeto (MDB) também foi contaminado pela covid-19, em dezembro de 2020. No mesmo dia em que ele se submeteu ao teste para saber se estava infectado, o parlamentar circulou sem máscara pelo plenário da CLDF.

No mesmo mês, o deputado Leandro Grass (Rede) deixou de participar de trabalhos e votações remotas da Casa por causa dos avanços dos sintomas do novo coronavírus. O parlamentar que tinha se infectado dias antes, mas continuou trabalhando de forma remota. No entanto, o quadro de cansaço excessivo, um dos sintomas da doença, se agravou.

Outros deputados distritais que já testaram positivo para a covid-19 são: Reginaldo Veras (PDT); Rafael Prudente (MDB); Rodrigo Delmasso (Republicanos); Iolando Almeida (PSC); Daniel Donizet (PL); Cláudio Abrantes (PDT); Eduardo Pedrosa (PTC); e Jaqueline Silva (PTB).